MENSAGEM da Presidenta Dilma aos aviadores

Mensagem lida em nome da Presidenta da República, Dilma Rousseff, por ocasião da cerimônia de imposição de comendas da Ordem ao Mérito Aeronáutico, em comemoração do Dia do Aviador e do Dia da Força Aérea Brasileira – Brasília/DF

Base Aérea de Brasília, 26 de outubro de 2011

Em 23 de outubro de 1906, em seu 14 BIS, Alberto Santos Dumont alçou o nome do Brasil a uma inegável posição de destaque. O patrono da Aeronáutica tornou-se o símbolo da vitória e da persistência sobre séculos de sonhos, recompensando os visionários que almejavam compartilhar com os pássaros a amplitude dos céus.

Impulsionadas pelo espírito vitorioso de Santos Dumont, gerações de brasileiros – muitos pertencentes à Aeronáutica – se dedicaram para que o Brasil adentrasse ao seleto grupo de países que concebem e fabricam seus próprios aviões e desenvolvem programa espacial. Seus esforços nos propiciaram uma indústria de transporte aéreo estratégica para um país de enormes dimensões territoriais e com regiões só alcançáveis por meio aéreo. Seu trabalho nos garantiu um moderno, eficiente e integrado sistema de controle do espaço aéreo.

Estas conquistas têm sido fundamentais na manutenção de nossa soberania. Têm propiciado ao Brasil proteger suas fronteiras, suas riquezas e seu povo.

Nossa Força Aérea evoluiu também sob a inspiração da dedicação e disciplina de Santos Dumont. O Brasil conta com uma Força Aérea respeitada e eficiente e se orgulha disto. Força Aérea que trabalha pelo bem comum, seja na solidão amazônica, no semiárido nordestino, na imensidão do cerrado, na vastidão dos pampas ou na vigilância das riquezas do pré-sal. Força Aérea que tem papel de destaque na pesquisa científica e tecnológica nacional, contribuindo para a inovação e o aumento de produtividade da indústria brasileira.

Vejo nossa Força Aérea como uma instituição dinâmica e resoluta no cumprimento de suas altas responsabilidades, alinhada com os objetivos maiores desta nação. Uma instituição que tem compromisso inegociável, junto com as Forças coirmãs, com a democracia, os interesses nacionais e a garantia plena das liberdades individuais.

Devemos continuar avançando. Sabemos que, mesmo para agir pacificamente, nossas Forças Armadas precisam dispor de modernas tecnologias de defesa com foco na capacitação profissional. Nesta convicção, se assentam a Estratégia Nacional de Defesa e as medidas de fomento à Indústria Nacional de Defesa, recém-adotadas. Essas políticas estratégicas permitirão que a Força Aérea, assim como as Forças coirmãs, continuem se aprimorando. Garantirão que o desenvolvimento do Brasil esteja acompanhado da indissociável soberania e preservação de seu território.

Caros aviadores do Brasil,

O Brasil do futuro será exatamente do tamanho do que juntos fizermos por ele hoje.

Como Comandante Suprema das Forças Armadas, convoco-os a manter vivo o espírito de perseverança de Alberto Santos Dumont e, investidos desta atitude, continuar participando do esforço de transformação do nosso país, mantendo a grandiosa aeronave Brasil sempre em ascendente trajetória rumo ao futuro.

Parabéns à Força Aérea de todos nós brasileiros! (sítio do Comando da Aeronáutica)

FAB realiza atendimentos básicos de saúde em Belém

 Mais de 2 mil pessoas foram beneficiadas pela ação neste mês

A FORÇA Aérea Brasileira planeja para novembro mais uma Ação Cívico-Social (Missão ACISO) na cidade de Belém (PA). A equipe de médicos, dentistas, farmacêuticos e enfermeiros vai instalar uma estrutura móvel de atendimento de saúde na comunidade das Malvinas, situada em área de vulnerabilidade social, nas imediações do Cassino dos Soldados e Taifeiros da Aeronáutica (CASOTA).

Segundo a Companhia de Desenvolvimento da Área Metropolitana de Belém (CODEM), na área das Malvinas há 2.107 residências catalogadas, com aproximadamente 9 mil habitantes. A expectativa é que sejam realizados 2 mil atendimentos.

A ação é uma parceria entre o Primeiro Comando Aéreo Regional (I COMAR), o Hospital de Aeronáutica de Belém (HABE), a Secretaria de Estado de Saúde do Pará (SESPA) e lideranças comunitárias que tem trazido resultados positivos. Em outubro, missão semelhante realizou 2.253 atendimentos em dois dias. Foram oferecidos à população serviços médicos nas especialidades ginecologia, dermatologia, pediatria, otorrinolaringologia e oftalmologia, e odontológicos, com ênfase em cirurgia buco-maxilo-facial, periodontia, endodontia, clínica médica e odontopediatria.

O chefe do Serviço Regional de Saúde do I COMAR, Tenente Coronel Médico R1 Pedro Ernesto Póvoa, ressalta que o objetivo da operação militar é manter operacional a capacidade da Força de se mobilizar para prestar atendimentos médicos aos combatentes em caso de conflito. Além disso, por doutrina, a FAB agrega ao treinamento a função social de levar serviços de saúde às comunidades carentes, preferencialmente em áreas vizinhas aos quartéis. “Com as ações sociais, facilitamos o intercâmbio entre as unidades militares e a comunidade, que passa a reconhecer na Aeronáutica uma instituição parceira, que além da segurança nacional, investe na melhoria da qualidade de vida das famílias do seu entorno.”

De acordo com o Diretor do HABE, Coronel Médico Walter Kischinhevsky, orientados por uma pesquisa realizada, a ACISO enfatizou o atendimento das demandas básicas de saúde e de prevenção.

Óculos na hora – No bairro da Pratinha, a maior procura foi por consultas oftalmológicas, por isso a fábrica de óculos que produzia lentes e armações minutos após o atendimento, instalada pelo governo do Estado, fez sucesso. Depois de ser atendido, o paciente recebia a prescrição médica e, ao final, ganhava o par de óculos para sair da consulta enxergando. “Essa facilidade representou um grande ganho na qualidade de vida de diversas pessoas, que puderam realizar tarefas simples, como assistir televisão ou estudar”, relata o 1º Tenente Médico Onaldo Araújo do Nascimento, responsável por mais de 50 atendimentos num único dia.

Sabrina Ferreira Machado, estudante de 17 anos, foi beneficiada pela ação. Ela sofria de fortes dores de cabeça por problemas de visão. Com o óculos quebrados há quatro meses, vinha perdendo rendimento escolar pelas dificuldades de estudar e enxergar as lições em sala de aula. “Agora estou pronta para correr atrás do prejuízo. Sem dores de cabeça e enxergando melhor, vou me dedicar aos estudos para realizar o sonho de me tornar oficial da Força Aérea Brasileira”, prometeu Sabrina.

De acordo com o levantamento feito pelo HABE, também houve grande demanda por exames pediátricos, odontológicos e dermatológicos, com alta incidência de lesões cutâneas e alergia a picada de insetos. Outro fato que chamou a atenção dos especialistas foi o alto grau de pacientes com infecção das vias aéreas e parasitose intestinal. Foram realizadas cinco remoções para hospitais da rede pública de saúde.

Atendimentos mudam a vida da população local

Diego Barbosa dos Santos, de quatro anos, torcedor do Corinthians e fã incondicional do jogador Neymar (Santos), havia deixado de fazer o que mais gosta: jogar futebol. Com um abscesso na cabeça, peregrinou durante duas semanas em diversos hospitais da capital paraense sem que ninguém aceitasse tratá-lo.

Os pais ouviram no rádio que a Força Aérea estava realizando atendimentos no bairro e resolveram levá-lo ao local em busca de ajuda. Diego foi prontamente recebido pelos médicos do Hospital de Aeronáutica de Belém (HABE) que trataram o ferimento, consequência da complicação de um furúnculo. Após muito choro, Diego recebeu alta e ganhou uma bola de presente da equipe de saúde da FAB.

Durante o atendimento, duas crianças foram levadas às pressas para internação hospitalar por infecção respiratória aguda. Adaílton Patrocínio Quaresma, quatro meses, e seu irmão Daivisson, três anos, estavam com suspeita do vírus influenza. Segundo a Tenente Médica Maria de Nazaré Gomes Mesquita, a influenza é uma infecção viral que afeta o sistema respiratório. “As crianças aparentavam estar em um quadro evoluído dessa doença, achamos por bem interná-las para evitar complicações”, salienta.

Raimunda dos Passos Rocha, de 78 anos, com suspeita de pneumonia, também precisou ser removida. “Ela sentia falta de ar e tossia muito. Como teve essa ação de saúde aqui no bairro, resolvi levar a minha mãe para fazer uns exames. Graças à FAB, vimos a tempo que se tratava de um caso grave e pudemos interná-la antes que algo pior ocorresse”, conta a filha Zenilda Rocha.

Além dos consultórios médicos e odontológicos, um serviço que teve grande demanda foram as orientações dadas pela Assistência Social, que teve a missão de levantar a rede de serviços públicos oferecidos à comunidade, de forma a orientá-los para se cadastrarem nos programas governamentais. Esse trabalho foi realizado em parceria com os servidores do Pro Paz Cidadania, entidade do governo do Estado do Pará, que articula políticas públicas de segurança, educação e saúde para a infância e adolescência.

O Instituto Pro Paz Cidadania disponibilizou um posto de distribuição de remédios e um laboratório para realização de exames preventivos de doenças ginecológicas, câncer de próstata, câncer do colo do útero, diagnóstico de hepatite B e diabetes e um posto para confecção de RG, CPF, Carteira de Trabalho (CTPS) e Registro de Nascimento.

Para o coordenador do Pro Paz, Jorge Antônio Santos Bittencourt, a iniciativa da FAB foi fundamental para que a comunidade pudesse exercer direitos básicos. “A união de esforços demonstra que é possível construir alternativas sustentáveis. A força de trabalho dos militares e o apoio de infraestrutura do Estado permitiram levar alento a milhares de pessoas e isso é fundamental”, garantiu Jorge. (sítio do Comando da Aeronáutica // www.fab.mil.br)

FINALMENTE uma notícia boa!

Recebi por e-mail e posto aqui no blogue:

A LEI de orçamento já foi aprovada. Só falta os Comandantes (Marinha. Exército e Aeronáutica) levarem os percentuais ao MD, que por sua vez apresentá-los-á à Presidenta Dilma. Já adianto que vão pedir 47,5% para janeiro de 2012, ou em parcelas para anos seguintes.
A presidente mandou reajustar nossos salários para o ano que vem, como se segue resumidamente:
LEI No 12.465, DE 12 DE AGOSTO DE 2011Dispõe sobre as diretrizes para a elaboração e execução da LEI ORÇAMENTÁRIA DE 2012 e dá outras providências.
A   P R E S I D E N T E   D A   R E P Ú B L I C A

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

CAPÍTULO V

DAS DISPOSIÇÕES RELATIVAS ÀS DESPESAS DA UNIÃO COM PESSOAL E ENCARGOS SOCIAIS

Art. 80. Fica autorizada, nos termos da Lei no 10.331, de 18 de dezembro de 2001, a revisão geral das remunerações, subsídios,  proventos e pensões dos servidores ativos e inativos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como do MPU, das autarquias e fundações públicas federais, cujo percentual será definido em lei específica.

Art. 81. Fica autorizada a revisão da remuneração dos militares ativos e inativos e pensionistas, cujo percentual será definido em lei específica.

Art. 82. O pagamento de quaisquer aumentos de despesa com pessoal decorrente de medidas administrativas ou judiciais que não se enquadrem nas exigências dos arts. 73, 76, 78, 80 e 81 desta Lei dependerá de abertura de créditos adicionais.

Art. 83. O relatório bimestral de execução orçamentária de que trata o art. 165, § 3o, da Constituição conterá, em anexo, a discriminação das  despesas com pessoal e encargos sociais, inclusive o quantitativo de pessoal, de modo a evidenciar os valores despendidos com vencimentos e vantagens fixas, despesas variáveis, encargos com pensionistas e inativos e encargos sociais para:

I – pessoal civil da administração direta;

II – pessoal militar;

III – servidores das autarquias;

IV – servidores das fundações;

V – empregados de empresas que integrem os Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social;

VI – despesas com cargos em comissão; e

VII – contratado por prazo determinado, quando for o caso.

§ 1o A Secretaria de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão expedirá normas para a unificação e consolidação das informações relativas a despesas de pessoal e encargos sociais do Poder Executivo.

§ 2o Os órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário e do MPU encaminharão, em meio magnético, à Secretaria referida no § 1o deste artigo, informações referentes ao quantitativo de servidores e despesas de pessoal e encargos sociais, conforme modelo por ela estabelecido.

VAMOS aguardar pra ver.

CERCA de 20 mil pessoas participaram dos ‘portões abertos’ em Floripa

A BASE Aérea de Florianópolis (BAFL) abriu as portas à população catarinense nos dias 8 e 9 de outubro para comemorar os 70 anos da Força Aérea Brasileira (FAB). Cerca de 20 mil pessoas vindas de diversas regiões do Estado puderam conhecer o trabalho, as aeronaves, tripulações e formas de ingresso na Aeronáutica.

O Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA) apresentou-se na tarde de sábado, 8 de outubro, na Base Aérea, sobre a Baía Sul da Ilha de Santa Catarina. No domingo, a população visitou aeronaves vindas de diferentes esquadrões do país e exposições de plastimodelismo e aeromodelismo. Também tiveram oportunidade de assistir à apresentação da Banda de Música da BAFL e demonstrações de cães adestrados. Para as crianças a BAFL preparou uma pista de obstáculos e instalou um parque infantil.

Nem tinha amanhecido quando as 50 crianças e adolescentes do 9º Grupo de Escoteiros de Tubarão, a 133 quilômetros da capital, tomaram um ônibus para participar do Portões Abertos na BAFL. “Acordamos de madrugada e às 5h da manhã saímos para poder aproveitar bem o dia”, conta o lobinho Guilherme Rosa Mendes, 12 anos, contente de encontrar na BAFL, além dos aviões e pista de obstáculos, o acampamento dos Grupos de Escoteiros da Modalidade do Ar, que participam anualmente do evento.

A Semana da Asa em Florianópolis foi aberta no dia 30 de setembro, com o tradicional Almoço das Velhas Águias, seguido pelo concerto da Banda de Música da BAFL, que reuniu cerca de 1500 pessoas no Centro de Eventos na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) no dia 3 de outubro. (sítio do Comando da Aeronáutica // http://www.fab.mil.br)

BASE Aérea e Prefeitura Municipal de Fortaleza lançam o Projeto Jovem Aviador

A BASE Aérea de Fortaleza (BAFZ) em cooperação com a Prefeitura Municipal de Fortaleza lançou, na quarta-feira (5/10), o Projeto Jovem Aviador, que tem como objetivo apresentar aos alunos dos dois últimos anos do Ensino Fundamental as possibilidades de ingresso na Força Aérea Brasileira (FAB).

O projeto é constituído de três fases: uma visita à BAFZ com a apresentação da FAB aos estudantes, visita as aeronaves monumento e passeio pelas instalações da unidade, um concurso de redação com o tema “Força Aérea Brasileira – Asas que protegem o País” e a premiação dos autores das doze melhores redações, quando os jovens viverão “um dia de aviador”.

A Rede Municipal de Ensino na cidade de Fortaleza conta com 230.000 alunos em aproximadamente 400 escolas. O projeto será renovado a cada ano, entre os meses de setembro e outubro, quando são comemorados o aniversário da BAFZ e o dia da FAB e do aviador. (sítio do Comando da Aeronáutica// http://www.fab.mil.br)

OPERAÇÃO Gota vai vacinar três mil brasileiros no Alto Rio Negro (AM)

Há 18 anos a FAB participa da missão de imunização em regiões remotas da Amazônia

A OPERAÇÃO Gota, que será realizada de 10 a 25 de outubro, deve imunizar  três mil pessoas na região do Alto Rio Negro, no Amazonas. A Força Aérea Brasileira transporta as vacinas e a equipe que vai garantir que as populações ribeirinhas  e indígenas  tenham acesso ao Calendário de Vacinação do Ministério da Saúde.

Serão atendidas crianças de zero a quatro anos, adolescentes, adultos, idosos e gestantes. A multivacinação tem o objetivo de controlar, eliminar ou erradicar doenças imunopreveníveis no território brasileiro, como difteria, tétano, coqueluche, poliomielite, hepatite B, febre amarela, entre outras.

A responsável pela coordenação da Operação Gota no Ministério da Saúde, Giane Ribeiro, explica que em algumas comunidades a vacina só chega em condições de uso por meio de transporte aéreo. Ouça entrevista.

A Força Aérea vai empregar as aeronaves H-60 BlackHawk e C-105 Amazonas. Serão atendidas as localidades de Caruru do Uaupés, Patos, Médio Uaupés, Caruru do Tiquié, Pari Cachoeira, São José II e Tacuá da região do Alto Rio Negro, que fica a 1000 km de Manaus (AM). Estas áreas não tem acesso por rodovia ou hidrovia. A viagem de barco pode durar mais de 15 dias.

A Operação Gota é uma parceria entre a Força Aérea Brasileira, por meio do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), e o Ministério da Saúde, através da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunização, Departamento de Vigilância Epidemiológica (DEVEP) e Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS). (sítio do Comando da Aeronáutica // http://www.fab.mil.br)

FORÇAS Armadas estão em segundo no ranking de maior confiança do brasileiro

O ÍNDICE de Confiança Social (ICS) de 2011 aponta que as Forças Armadas estão entre as instituições de maior confiança da população brasileira, atrás apenas do Corpo de Bombeiros. Segundo pesquisa do IBOPE, as Forças Armadas dividem o segundo lugar no ranking com a igreja.

Com o objetivo de acompanhar a relação de confiança da população com as instituições e também com as pessoas de seu convívio social, o ICS avalia 18 instituições e quatro grupos sociais. A pesquisa é realizada anualmente pelo IBOPE Inteligência desde 2009. Como um “termômetro”, o ICS reflete o contexto social, político e econômico dos países pesquisados. (Comando da Aeronáutica // http://www.fab.mil.br)