CLÁSSICOS do Valentim

Reginaldo Rossi: O Pão, 1966

OLHA, nunca mais eu quero saber de você
O imenso amor que eu lhe dediquei
Você não ligou e nem sequer notou
Olha, você maltratou meu pobre coração
Fez uma bolinha e jogou no chão
E a chorar deixou-me, nem disse adeus
Mas um broto eu encontrei
E diz que eu sou um pão
E me entregou todo o seu coração
Que nunca mais vai ser de outro alguém
Olha e eu também percebo que me apaixonei
E meu coração todinho eu entreguei
E que vou viver só para esse amor

 

 

 

DEIXE um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s