Categorias
Uncategorized

GIL, o extra que viajou ao futuro!

GILBERTO Gil, esse talento baiano, orgulho da etnia afrodescendente, além de músico genial, é também viajante no tempo. Em 1983, resolve, na qualidade de extraterrestre que é, visitar o futuro exatamente 36 anos depois. Na Capital do Brasil, ao entrar no Palácio, um lugar que não lhe parecia estranho, o segurança o aborda lhe cobrando o crachá:

“Ora, meu amigo, essa aparência de mero vagabundo é uma coincidência. Deve-se ao fato de eu ter vindo ao teu planeta com a incumbência de olhar a cara da pessoa comum e da pessoa rara, porque a raça humana é uma semana o trabalho de Deus.”

Disse isso e acrescentou:

“Se eu quisesse, entraria aqui sem vocês me verem”.

E, estralando os dedos, some, deixando a equipe de segurança atônita. “Onde se meteu esse cara?”.

Gil tem uma aura clara, mas só quem é clarividente pode ver, o que não era o caso daqueles seguranças de autoridade. Ficou no futuro dois dias apenas e, não gostando do que viu — e de quem viu, mormente –, decide regressar ao presente de 1983 para, como quem quer avisar, gravar esse rock aí:

Gil, o profeta!

Profético!

L.s.N.S.J.C.!

Por Valentim

Azulino (torcedor do Clube do Remo, Belém). Paraense radicado no Paraná; construtor de pontes e demolidor de muros! Passeia também pelo YouTube, no canal BLOGUEdoValentim! L.s.N.S.J.C.!

DEIXE um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s