Categorias
Uncategorized

APRESENTADO em 4 de julho!

FAZ hoje exatamente vinte anos que retornei à Base Aérea de Belém, após um estágio de três meses em Belo Horizonte. Ninguém soube, mas eu me atrasei em um dia. Era para eu ter chegado no dia anterior, 3 de julho. Ocorreu, no entanto, um sério contratempo que me fez adiar por 24 horas a data oficial de apresentação ao comandante da Unidade militar.

Eu estava em Brasília fazia seis anos.

Formei-me em 16 de maio. Nesta foto, este blogueiro e o sr. Manoel Valentim, meu pai, descerramos a placa alusiva à turma de novos oficiais.

Do mês de maio para junho de 2001 ocorreu um apagão financeiro nos sistemas do Comando da Aeronáutica, de forma que qualquer pagamento extra (não contando o pagamento dos vencimentos normais) teve que ser postergado até que voltasse o sistema à normalidade. Assim, as organizações pagadores da Aeronáutica somente dispunham da reserva correspondente aos descontos internos, sendo que por doutrina cada tesouraria tinha de dispor ao menos do quantitativo financeiro para fazer frente as emergências de pessoal como auxílio funeral. O meu caso – movimentação – não se enquadrava como emergência ou urgência.

Nesse mês de maio ocorreu a minha formatura no CIAAR, com a minha classificação em Belém. Precisava de dinheiro para custear a mudança, devendo pagar a primeira parcela para a Transportadora Granero. Além disso, também precisava comprar passagens aéreas. Fui ao gestor de finanças, um tenente-coronel intendente, e este me tratou muito mal.

E agora, o que fazer?

Disse-me um amigo que ele é um cara sortudo e azarado ao mesmo tempo. Eu também sou. O sistema, ao que eu soubesse, até então nunca havia experimentado uma situação como aquela. E foi ocorrer justamente na época de minha movimentação. Já havia sido desligado da Unidade anterior, de forma que já se contavam os dias para a minha chegada em Belém.

Já não sabia como fazer para me apresentar na unidade de destino.

Ocorre que na mesma Organização pagadora (que era o Sexto Comando Aéreo Regional – VI COMAR) servia também um tenente-coronel intendente que eu conhecia desde que ele era tenente, em Anápolis. Era o tenente-coronel Monteiro, bem mais antigo hierarquicamente que o outro tenente-coronel, o tal gestor de finanças que se negou a me atender. Contando-lhe o meu drama, ele mandou alguém providenciar um documento, a gente na FAB chama de “cautela”, que nada mais é do que uma autorização de adiantamento financeiro. Ele exercia um cargo de fiscalização, que chamamos de Agente de Controle Interno, e após ter assinado a “cautela”, levou o documento para a autorização do comandante da Unidade, que era um major-brigadeiro.

Certamente o gestor de finanças não ficou nada satisfeito, mas como em quartel manda quem pode e obedece quem tem juízo, ele acabou atendendo ao documento assinado por esse outro oficial, que se mostrou compreensivo para comigo. Até porque estava lá a ordem do brigadeiro, e ele teve que engolir esse sapo.

Azar por ter ocorrido uma falha no sistema justamente na minha época de ser movimentado, nem um mês antes, nem um mês depois; boa sorte por ter reencontrado um oficial que era gente boa, fato raro na caserna.

Quando o caminhão da empresa finalmente chegou à minha casa para fazer a mudança, a data para a minha apresentação já se encontrava prestes a vencer. Foi o tempo de comprar passagens aéreas e, tendo chegado a Belém já no dia 3 de julho, somente pude me apresentar na manhã do dia seguinte, 4 de julho. Atrasei-me um dia, porém, por experiência, sabia que esse atraso não seria notado pelo setor de recursos humanos. Foi o que aconteceu.

Noutras épocas de movimentação, sempre algo ocorria. Mas, para não alongar mais este texto, esses outros contratempos deixo para contar outra vez.

O fato é que cheguei em 4 de julho, e isto faz hoje exatamente vinte anos.

L.s.N.S.J.C.!

Por Valentim

Escritor paraense radicado no Paraná, Antonio Valentim é autor do livro "O País dos Militares e dos Bacharéis", ainda no prelo.
Passeia também pelo canal BLOGUEdoValentim!, do YouTube,
L.s.N.S.J.C.!

DEIXE um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s